Make your own free website on Tripod.com

 

  SEJAM MISERICORDIOSOS  -  Lucas 6.36-38

 

A GRAÇA DO SR. JESUS CRISTO, A COMUNHÃO DO E.S. E O AMOR DE DEUS O PAI SEJAM COM TODOS VOCÊS. Amém.

O tema de nossa prédica encontramos nas primeiras palavras de nosso texto: "Sêde misericordiosos!"

No mundo em que vivemos há muita DISCÓRDIA. Começando em casa, entre os irmãos; continuando na escola entre colegas ou entre alunos e professores; e depois no trabalho, entre patrões e empregados; na cidade entre vizinhos, e no mundo todo guerras entre os países. (< >)

EM TODA PARTE EMCONTRAMOS DISCÓRDIAS. A discórdia é como uma doença, e essa doença causa a infelicidade entre as pessoas!

A palavra "discórdia" vem do latim: "Cordis" = coração, alma, ânimo, sentimento. DIScórdia pode ser traduzido por "coração partido / dividido" ou até mesmo "sem coração". Assim nós podemos concluir que essa doença chamada DISCÓRDIA, SEM CORAÇÃO, leva pessoas à morte!! Na Bíblia, as pessoas que vivem em discórdia, pessoas sem coração, são pessoas mortas já em vida.

O contrário da discórdia é a concórdia. Isto é: Corações unidos, corações curados, corações que vivem em paz e harmonia, corações que vivem em saúde espiritual. Então, onde existe concórdia, existe vida verdadeira, alegria e felicidade. - E quem não gosta de viver feliz?!

Mas o problema é: Será que no mundo de hoje ainda se pode achar concórdia ?? Vizinhos que vivem em briga ainda podem voltar a ter paz?

E casais em discórdia, em desunião, ainda podem ter de novo corações unidos? A discórdia é uma verdadeira DOENÇA na sociedade...

Mas, onde será que está a CURA para esta doença?

Eu digo: Sozinhos, a gente não consegue a CURA. E enquanto uma pessoa vive em desarmonia com Deus, ela também não consegue viver em união com outras pessoas.

No entanto, Deus nos deu um remédio contra a discórdia: A MISERICÓRDIA. A palavra "misericórdia" significa sentir a miséria no coração. Então SER MISERICORDIOSO significa sentir a dor junto com o outro. - DEUS É MISERICORDIOSO CONOSCO; ele sente as nossas dores junto conosco, e quer nos ajudar. Ele quer nos dar o remédio da misericórdia a fim de curar a doença da discórdia.

E quem é que nos trouxe este remédio?! – Jesus Cristo. É Jesus que diz em nosso texto "vosso Pai é misericordioso". - Ou seja, Deus mandou o seu próprio Filho Jesus Cristo, e em Jesus a misericórdia de Deus se tornou visível e palpável !! - Justamente porque Jesus não só contou a parábola do Bom Samaritano, mas ele mesmo também é o bom samaritano, aquele que com toda a naturalidade usa de misericórdia para com as pessoas que vivem já quase mortas. Em outras palavras, Jesus mesmo sacrificou sua vida na cruz, de pura MISERICÓRDIA a nós pecadores. E por misericórdia Ele abriu as portas do Reino de Deus a todo aquele que nele crê.

Nós podemos dizer, que Jesus é a misericórdia em pessoa.

É por isso que também hoje em dia os que vivem em discórdia podem receber misericórdia e começar uma vida nova com Deus e com as pessoas. - Deus é misericordioso: isto nós não podemos esquecer em nenhum dia de nossa vida. Nós DEPENDEMOS da misericórdia de Deus. Nós somos FILHOS de Deus, e Ele é um Pai misericordioso.

Mas, a misericórdia de Deus não é só um presente que guardamos para nós mesmos! O texto bíblico ainda diz: "Sêde misericordiosos como também vosso Pai é misericordioso." - Filhos são sempre parecidos com os pais; e normalmente os filhos procuram imitar seus pais. Um exemplo bastante comum: Um filho vê o pai reformando a casa, serrando madeira, martelando... aquele filho também vai querer experimentar como se faz; ele vai brincar com o martelo e o serrote!

-A mesma coisa é a nossa relação com Deus Pai: Se nós somos filhos de Deus, nós devemos observar o que nosso Pai celeste faz; nós devemos ouvir o que ele diz; e devemos procurar imitá-lo. - Se não imitamos a misericórdia de Deus, então não podemos dizer que somos seus verdadeiros filhos.

-O apóstolo Paulo escreveu: "Sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e andem em amor, assim como Jesus Cristo nos amou e se entregou por nós." (Ef 5.1+2). - Então, a misericórdia de Deus é motivação para a nossa misericórdia.

Mas como se faz isso na vida diária?! Como nós podemos ser misericordiosos com os outros?

Em nosso texto bíblico, Jesus dá uma receita. Ele diz: "Não julguem os outros (e Deus não julgará vocês)... Não condenem os outros ( e Deus não condenará vocês) ... Mas perdoem e dêem aos outros (e Deus perdoará e dará a vocês)."

Em outras palavras, Jesus está dizendo que JULGAR e CONDENAR não é sinal de misericórdia! E ao mesmo tempo ele fala que Deus não julga, não condena, mas perdoa e dá.

Nós podemos concluir então, que se a gente vive debaixo da misericórdia de Deus, então a gente não não tem mais prazer de julgar e condenar os outros. Não precisamos de JULGAMENTOS! Não precisamos de CONDENAÇÃO! Ao contrário(!): Nós PRECISAMOS (e já temos) da Graça, da Misericórdia e do Perdão.

E, se nós observamos o motivo de tanta discórdia entre as pessoas, normalmente é porque pessoas JULGAM umas as outras, sem misericórdia.

Vamos levar hoje este desafio pra casa: Se queremos ser cristãos, vamos viver debaixo da misericórdia de Deus; e vamos levar bem a sério a recomendação de Jesus: "Sejam misericordiosos..."

Misericórdia e perdão são as melhores sementes que podemos lançar neste mundo a fim de vencer o ódio e a discórdia.

Amém.     HINO – 206 (HPD)