Make your own free website on Tripod.com

 

Vós sois SAL e LUZ!

Ler o texto (Mt 5.13-16).

Se vamos a um supermercado, vemos produtos para as mais diversas finalidades: higiene pessoal, limpeza, alimentação, vestuário, etc...

As pessoas que lá encontramos têm também cada uma a sua profissão específica, que tem por objetivo satisfazer todas as necessidades de uma vida em sociedade.

Todos nós, que nos dizemos cristãos, temos uma finalidade muito especial, conforme o texto lido, ou seja, a de sermos SAL DA TERRA e LUZ DO MUNDO.

Para melhor podermos desempenhar essa missão, vejamos que finalidade e/ou propriedade teriam o SAL e a LUZ na época de Jesus:

O SAL no tempo de Jesus:

Era símbolo de PUREZA. Isso por sua cor (branca), e também porque vinha de duas das coisas mais puras que existem - o sol e o mar.

Era o mais conhecido dos CONSERVANTES. Era usado para conservar alimentos, especialmente carnes, assim como faziam os nossos avós quando ainda não existia geladeira. O sal tem a propriedade de impedir o apodrecimento de carnes.

Era (e ainda é) usado para dar sabor aos alimentos. Você já comeu uma feijoada ou um churrasco em que foi esquecido o sal? Faz uma falta enorme, não é mesmo?

Tinha (e tem) a propriedade de dissolver-se, desmanchar-se, diluir-se, para conservar e dar sabor.

O QUE JESUS ESTARIA QUERENDO DIZER QUANDO DISSE: "Vocês são o sal da terra"?

A LUZ no tempo de Jesus:

Era (e é) usada para iluminar o ambiente, para ESPANTAR O ESCURO. Na Palestina, as casas só tinham uma abertura redonda (janela) de uns 30 ou 40 cm de diâmetro, além da porta por onde entrava a luz do dia. Sendo assim, as lâmpadas de óleo/azeite eram muito importantes e estavam sempre num lugar central da casa, onde sua luz clareava todo o ambiente.

Servia (e serve) como PONTO DE ORIENTAÇÃO. Quem anda no escuro e enxerga uma luz pode, a partir dela, orientar-se, por mínima que seja a luz. Exemplo: Uma chama de vela na casa; farol no mar.

Servia (e serve) como SINAL DE ADVERTÊNCIA. Vemos sempre junto a locais onde acontecem acidentes nas estradas, ou, onde há problemas na estrada que, quando anoitece, colocam-se luzes de advertência para evitar que outros se acidentem no local.

Tinham (e tem) a propriedade de CONSUMIR-SE para iluminar (conf. os ítens acima).

O QUE JESUS ESTARIA QUERENDO DIZER QUANDO DISSE: "Vocês são a luz do mundo"?

Jesus diz que nossa luz deve brilhar diante da humanidade. Para que?

(Mateus 5.16 b)

VAMOS VER ALGUMAS REFERÊNCIAS BÍBLICAS QUE NOS MOSTRAM COMO PODEMOS COLOCAR ISTO EM PRÁTICA:

(A) – O apóstolo Paulo nos diz como devemos agir "para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus, inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, NA QUAL RESPLANDECEIS COMO LUZEIROS NO MUNDO" (Filipenses 2.15). O que ele diz em Filipenses 2.14? O que ele quer dizer?

(B) – Pedro também nos orienta quanto ao procedimento que devemos ter no nosso dia-a-dia para PRESERVARMOS a terra. Leia 1Pedro 3.13-17. Como podemos estar "sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós"?

(C) – Jesus, segundo João 13.34-35, nos deu uma forma bem prática de sermos uma luz no mundo. Leia esta passagem, e também Atos 2.42-47 (que é Jo 13.34-35 praticado). Qual é a conseqüência que se pode esperar?

PARA REFLETIR:

O que acontece quando cai sal numa ferida aberta? O que isso quer significar?

Quanto sal a gente precisa para dar sabor a uma sopa? E qual a intensidade de uma luz para poder servir como ponto de referência no meio do escuro?

CONCLUSÃO: Jesus, na passagem que acabamos de estudar, diz "Vocês SÃO...". Ele não diz "serão quando tiverem andado tantos e tantos anos comigo". "VOCÊS SÃO..." , AGORA, NESTE MOMENTO; "VOCÊS, que estudam a palavra, SÃO sal da terra e luz do mundo."