Make your own free website on Tripod.com

 

      ++ O Pão da Vida ++

TEXTO DE João 6.47-58: (Cf. Bíblia na Linguagem de Hoje)

47 -Eu afirmo a vocês que isto é verdade: Quem crê tem a vida eterna.

48 Eu sou o pão da vida.

49 Os antepassados de vocês comeram o maná no deserto, mas morreram.

50 Aqui está o pão que desce do céu; e quem comer desse pão nunca morrerá.

51 Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer desse pão, viverá para sempre. E o pão que eu darei para que o mundo tenha vida é a minha carne.

52 Aí eles começaram a discutir entre si. E perguntavam: -Como é que este homem pode dar a sua própria carne para a gente comer?

53 Então Jesus disse: -Eu afirmo a vocês que isto é verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do Homem e não beberem o seu sangue, vocês não terão vida.

54 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.

55 Pois a minha carne é a comida verdadeira, e o meu sangue é a bebida verdadeira.

56 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue vive em mim, e eu vivo nele.

57 O Pai, que tem a vida, foi quem me enviou, e por causa dele eu tenho a vida. Assim, também, quem se alimenta de mim terá vida por minha causa.

Este é o pão que desceu do céu. Não é como o pão que os antepassados de vocês comeram e mesmo assim morreram. Quem come deste pão viverá para sempre.

-VAMOS EM GRUPO RESUMIR O TEXTO

-ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE O TEXTO:

O texto fala de coisas muito estranhas. O texto fala que alguém desceu do céu; afirma ser ele o pão da vida (v.48), que quer dar a sua carne para ser comida e seu sangue para ser bebido (v.53).

Duas observações importantes:

Em qualquer época o ser humano tem problemas em aceitar o fato de que o verbo se fez carne.

Como resultado do primeiro problema, o ser humano tem dificuldade em aceitar livremente a Santa Ceia.

Jesus afirma ser O PÃO DA VIDA (vs 48-51, 58). Esta afirmação Jesus faz logo após a multiplicação dos pães. Quando o povo tem PÃO, está garantida a sua sobrevivência (VIDA). Mas logo nas primeiras palavras do nosso texto, vemos Jesus empenhado na tarefa de fazer o povo pensar um pouco além daquilo que é a satisfação de um estômago.

Sendo Jesus o pão da vida, ele é para nós o mais essencial de tudo o que nos é necessário!! E este pão da vida, que nos dá a vida eterna, é muito superior ao maná que os israelitas comeram no deserto.

O pão que foi dado PELA VIDA DO MUNDO é a carne de Cristo. CARNE é uma palavra forte. Os judeus tiveram brigas por causa desta palavra. Mas Jesus insistiu: "Se vocês não comerem a carne do Filho do Homem e não beberem o seu sangue, vocês não terão vida."

O povo já ficou chocado com a palavra CARNE. Mas mesmo assim Jesus não se preocupou em ser diplomático. Falou ainda em SANGUE, e que deveriam também beber o seu sangue! Aí o choque deve ter sido total! Conforme Levítico 17.10-14, o israelita que bebesse ou comesse sangue seria eliminado.

E NÓS, NÃO NOS CHOCAMOS TAMBÉM COM ESTAS PALAVRAS ??

Por que o evangelista João insiste em usar os termos CARNE e SANGUE, quando ele, ao redigir o evangelho, poderia ter usado palavras mais suaves?? - Essas palavras foram usadas para deixar claro que Jesus foi uma pessoa real, um homem de carne e osso!

É que já naquela época haviam pessoas com idéias parecidas às dos espíritas de hoje. Eram os GNÓSTICOS. Eles diziam que a matéria é inimiga do espírito. O corpo é matéria. O espírito, que se encontra num corpo, estaria em prisão e, por isso, estaria ansiando voltar para lá de onde veio. Para os GNÓSTICOS, o corpo seria uma degradação, que atrapalha o desenvolvimento do espírito. - Isto não é pensamento cristão!!

Estes mesmos GNÓSTICOS afirmavam que Jesus Cristo, um ser tão luminoso, não poderia ter vindo num corpo. Ele teria vindo apenas em aparência.

Para combater estas idéias fantasiosas, que não têm o mínimo de fundamento bíblico, é que João insistiu em manter as palavras CARNE e SANGUE.

Assim, fica bem claro que DEUS SE REVELOU EM JESUS, UM HOMEM REAL, DE CARNE E OSSO, DE CARNE E SANGUE !!

Jesus doou a sua carne e o seu sangue (na cruz), sendo portanto uma presença verdadeira na celebração da Santa Ceia. As palavras CARNE e SANGUE garantem que Cristo é real e está presente!!

Ao participarmos da Santa Ceia, nós nos tornamos herdeiros da ressurreição. Porque Cristo permanece em todo aquele que se alimenta do seu corpo e do seu sangue. E esta pessoa permanece em Cristo.

PERGUNTAS PARA REFLEXÃO:

O que nos dá "o pão vivo que desceu do céu"? - Confira vs. 50-51.

Que foi o maná?

Como foi celebrada a ANTIGA ALIANÇA, realizada no Sinai?

Como é celebrada a NOVA ALIANÇA ??

O que significa permanecer em Cristo?

O valor da Santa Ceia depende da piedade dos participantes?

Quem está agindo quando celebramos a Santa Ceia?