Make your own free website on Tripod.com

 

   Nossa paz - a paz de Deus

O QUE NOS DIZEM AS SEGUINTES PALAVRAS BÍBLICAS SOBRE A PAZ ??

"O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz." (Números 6.24-26)

"Em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro." (Salmo 4.8)

"Grande paz têm os que amam a tua lei; para eles não há tropeço." (Salmo 119.165)

"Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize." (João 14.27)

"Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo." (Romanos 5.1)

"Jesus Cristo é a nossa paz." (Efésios 2.14)

"Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus." (Mateus 5.9)

O QUE É A PAZ DE DEUS ??

Será que a PAZ de Deus, a PAZ que a Bíblia nos fala, é a mesma paz que o mundo oferece?

Será que a paz que nós (comunidade) sonhamos, é a paz que Deus nos oferece?

Que PAZ é esta que Deus nos oferece?

Explicações do Dicionário Bíblico:

"Quando a Bíblia fala de paz, então ela não pensa numa disposição de ânimo, num estado de gozo e tranqüilidade da alma. Não é um "ESTAR EM PAZ" como se fala por aí. (Loteria...)

Paz é muito mais do que um estado psíquico.

Por outro lado, paz também não é simplesmente o contrário de guerra.

O sentido fundamental da palavra "PAZ" é a integridade, tanto exterior quanto interior. É o relacionamento certo da pessoa humana com Deus e os semelhantes.

"Paz, no sentido completo da palavra, é a ordem do Reino de Deus." (G.Friedrich - Biblisch-Theologisches Handwörterbuch, Göttingen.)

"Paz não é sossego da alma, e sim a segurança que a pessoa experimenta na proximidade de Deus." (Ralf Luther, Neutestamentliches Wörterbuch, Berlin.)

"A palavra hebraica para paz é "SHALOM" . Não se trata de uma paz no sentido passivo. Não significa ausência de dificuldades. Mas inclui uma força e serenidade interior para enfrentar os problemas e vencê-los." (Rayann Ma, Hong Kong - Presidente da 1a Assemb;eia das Mulheres da Igreja da Ásia.)

"A paz de Deus é como uma sentinela, a guardar nossos corações. Isto não quer dizer que a paz prometida é uma fuga da realidade, ou um fim à atividade ou à luta, mas uma paz que atua como um guarda diante dos conflitos e tensões." (Margaret Williams, Escócia - Presidente do Conselho Internacional do Dia Mundial de Oração.)

MEDITAÇÃO:

Deus pagou caro pela nossa paz. Ele enviou o seu Filho amado ao nosso mundo escuro, para que tivéssemos paz. Jesus deixou a glória celeste para vir ao nosso mundo, tão cheio de ódio. Jesus veio para todas as pessoas. Algumas o receberam. A estes, deu o direito de serem chamados filhos de Deus...

Filhos da paz.

Jesus Cristo tomou o caminho para o Gólgota, o caminho do sofrimento. Ele foi abandonado, traído, difamado. Caminhando sozinho até o Gólgota, na cruz ele carregou toda a culpa humana. Jesus Cristo sofreu a morte, para que nós tivéssemos paz e pudéssemos nos aproximar de Deus.

A paz de Deus não é um acontecimento do passado, mas a cada dia torna-se um fato presente em nossas vidas, por causa da ressurreição. Jesus venceu a morte! Jesus venceu todos os males! Ele nos abriu a porta para Deus! Podemos agora, pelo poder do Espírito Santo, fazer que a paz de Deus aconteça ao nosso redor.

"Bem-aventurados os pacificadores..." diz Jesus. Ou seja, a paz que d’Ele recebemos é uma paz ativa! É paz para ser repartida; paz para ser vivida e concretizada ao nosso redor, como sinal de sua presença entre nós. Pacificadores devemos ser todos nós, experimentando sinais do Reino de Deus.

Oração de São Francisco

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz!

Onde houver ódio, que eu leve o amor.

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.

Onde houver discórdia, que eu leve a união.

Onde houver dúvida, que eu leve a fé!

Onde houver erro, que eu leve a verdade.

Onde houver desespero, que eu leve a esperança.

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.

Onde houver trevas, que eu leve a luz!

Ó Mestre,

fazei que eu procure mais consolar que ser consolado.

Compreender que ser compreendido.

Amar que ser amado.

Pois é dando que se recebe,

é perdoando que se é perdoado,

e é morrendo que se vive para a vida eterna!

"As mãos que não ajudam nem tocam o miserável são incapazes de saudar a Deus."

Johnson Gnanabaranam.