Make your own free website on Tripod.com

 

 CONFIANÇA  =  COMPROMISSO

  Jeremias 17.5-8

A GRAÇA DO SR. JESUS CRISTO, A COMUNHÃO DO E.S. E O AMOR DE DEUS O PAI, SEJAM COM TODOS NÓS. Amém.

Desde a nossa infância fomos alimentados com a doutrina de que diante de Deus nenhuma pessoa é justificada (aceita) por mérito de suas obras, mas sim, por sua fé. Ou seja, Deus antes de tudo, quer a nossa fé. E sem fé não é possível agradar a Deus. - Esta é uma doutrina muito preciosa (JUSTIFICAÇÃO POR GRAÇA E FÉ), e será bom que nos lembremos dela em cada dia de nossa vida. Acima de tudo e antes de tudo Deus quer que tenhamos fé nele e em sua palavra. E pela graça de Deus revelada em Jesus Cristo, nós podemos chamá-lo de PAI, justamente porque sabemos que ele nos AMA (!) assim como um pai ama os seus filhos.

No entanto, há filhos que entendem mal a liberdade que é dada por seus pais, e acabam abusando desta liberdade, sem responsabilidade. Em outras palavras, há cristãos que entendem mal a doutrina da justificação pela fé. Eles acham que "fé" é só "crer que Deus existe" / ACREDITAR na existência de Deus. Acham que fé não tem nada a ver com a vida do dia-a-dia das pessoas (!); que só é um "sentimento" ou uma emoção que só nos comove de vez em quando, mas que não MOVE nada em nossa vida. Infelizmente, este tipo de "fé" é que nem o motor de um carro, ligado, que fica trabalhando em ponto morto = não sai do lugar. E assim, muita gente acha que a "fé" é algo vivido só dentro da igreja, e que isto não tem nada a ver com a sua vida familiar, com o seu método de trabalho e com as suas posições políticas. Não sabem que FÉ é TER CONFIANÇA, é APOSTAR QUE É BOA A VONTADE DO PAI; é obediência arraigada no coração. - E a Palavra de Deus hoje nos quer mostrar que a CONFIANÇA em Deus, que é a FÉ verdadeira, esta tem tudo a ver com o nosso dia-a-dia: com o nosso trabalho, com a vida social e também com as nossas posições políticas.

O profeta JEREMIAS nos mostra que a FÉ EM DEUS é algo que mexe com a vida inteira da pessoa. - O texto para a prédica de hoje é de Jeremias 17.5-8 (ler).

Neste texto, Deus diz que "abençoa os que têm fé (CONFIAM) e amaldiçoa os que confiam nos outros." - Mas por que é necessário que Jeremias diga isso ao seu povo?! Essa frase não parece muito "ÓBVIA" ? - O que será que Jeremias entende por "CONFIAR" em Deus?! - A fim de entendermos melhor esse texto de Jeremias, é preciso a gente saber um pouco mais da história da época: O que estava acontecendo na terra de JUDÁ na época que Jeremias escreveu este texto?!!

Jeremias escreveu este texto + ou – por volta do ano 600 a.C., numa época de grandes mudanças políticas no reino de Judá. Aconteceu uma mudança de REI em Judá! O rei anterior, chamado JOSIAS, era um rei bom, justo, e ele governava o seu povo com toda a liberdade. Existiam dois outros grandes povos alí perto, os EGÍPCIOS e os BABILÔNICOS, e eles queriam dominar o reino de Judá. Mas o rei de JUDÁ, Josias, ele não se vendia, nem para egípcios e nem para babilônicos. JOSIAS era um rei que queria PAZ COM O SEU POVO, E PAZ COM DEUS - QUERIA JUSTIÇA. Inclusive, Josias foi o rei que conseguiu centralizar o culto no templo em Jerusalém. Uma das ênfases do governo de Josias era a DEFESA DOS MAIS FRACOS: Os pobres, as crianças e as viúvas tinham os seus direitos garantidos.

Só que, o rei Josias não investia muito no seu exército; ele não tinha como se defender dos egípcios e dos babilônicos! Muito rápido os Egípcios dominaram Judá, e eles colocaram um novo rei sobre Judá. Este se chamou JEOAQUIM. Alí começam os problemas: O governo de Jeoaquim era completamente o contrário / oposto do rei Josias! - O novo rei agora governava com repressão ao povo... O seu governo era caracterizado pela violência, pelo derramamento de sangue, esbanjamento de dinheiro público em construções luxuosas, e empobrecimento do povo!

O profeta Jeremias, temente a Deus, era totalmente contra esse novo rei. É por isso que ele começa a denunciar as injustiças... No entanto, o que mais aborrecia Jeremias, é que o povo estava CONFIANDO naquele rei injusto! Muita gente apostava na forma de governo do rei Jeoaquim! Muita gente achava que Jeoaquim seria a solução para os problemas da terra de Judá.

Para dentro deste momento histórico de Judá, Jeremias fala sobre CONFIANÇA em Deus. - MAS POR QUE FALAR SOBRE CONFIANÇA?!

O que é que as injustiças de um rei têm a ver com a confiança em Deus? Afinal, o povo de Judá "acreditava" em Deus (!), e ainda celebravam culto no templo (!), o que havia de errado?! - Sim, aqui Jeremias tinha que dizer que "ACREDITAR" em Deus ainda não basta!! Ir aos cultos, ainda não é tudo!! Jeremias mostra que a fé não é algo que só tem a ver com EMOÇÕES, mas que a fé tem a ver com toda a vida das pessoas, inclusive com a opção política delas. - O povo dizia acreditar em Deus, mas apoiava um rei injusto!! QUE FÉ ERA ESSA? E alí Jeremias teve de dizer: Olha gente, vocês não estão CONFIANDO em Deus. Porque CONFIAR não é só ACREDITAR!! CONFIAR em Deus é uma opção de vida !! Confiar em Deus significa ESTAR TOTALMENTE DISPOSTO A VIVER A VONTADE DE DEUS (!) e não a vontade de um governo injusto! - CONFIAR em Deus, significa apostar na justiça, mesmo que seja a opção mais difícil.

Em outras palavras, Jeremias deixa claro que VIVER A PRÁTICA DA JUSTIÇA E OPTAR PELOS + FRACOS - isto é CONFIAR em Deus. Por outro lado, fica claro que OS QUE NÃO vivem a prática da justiça, e os que NÃO optam pelos mais fracos - estes não conhecem a Deus.

Essa é a radicalidade da Palavra de Deus: ou confiamos verdadeiramente em Deus e optamos pela justiça concreta no mundo... ...ou optamos pelas injustiças, e não conhecemos Deus.

Hoje, em nosso tempo também existem pessoas como o rei Jeoaquim. As injustiças que acontecem ao nosso redor são visíveis (!), basta ver qualquer jornal... ...ou, é só ouvir as vozes das pessoas injustiçadas ao nosso redor!! E diante dessas injustiças, a Palavra de Deus nos desafia a tomarmos um posicionamento bem concreto: Ou ficamos COM Deus e lutamos contra as injustiças; ou ficamos com as injustiças e lutamos contra Deus. - Esta é uma decisão que cada um pessoalmente deve tomar. E cada um deve fazer-se esta pergunta: Vale a pena viver uma fé de aparências... ...uma fé que é como aquele carro que fica no ponto morto? Ou é melhor CONFIAR INTEIRAMENTE no poder salvador de Deus, que é nosso pai e nos ama?!

Aqui nós entramos num ponto-chave!!: A MOTIVAÇÃO, o ÂNIMO, a CORAGEM para assumir uma posição contra as injustiças do mundo, isto vem do próprio Deus. DEUS MESMO opta pela justiça!! Deus mesmo opta pelos fracos!! E SE O PRÓPRIO DEUS FAZ ISTO, então nós também podemos CONFIAR nele, e juntos lutar pela justiça.

SE DEUS, O PAI DE JESUS CRISTO, ENTRA NA HISTÓRIA HUMANA A FIM DE MOSTRAR O CAMINHO DA JUSTIÇA E DO AMOR, então também é alí, na luta por justiça, que nós nos encontramos com Deus. É alí fora, no trabalho honesto, e ajudando a quem precisa - é alí que nós nos encontramos com Deus.

As promessas de Deus nos ANIMAM! Ele está do nosso lado, nos animando e animando nossa irmã, nosso irmão. Ele está comunicando e anunciando que BEM-AVENTURADOS serão os que nele colocam a sua confiança e praticam a sua justiça. Isso é motivo de ALEGRIA e de ESPERANÇA p/ nós. Mesmo que as injustiças do mundo pareçam ENORMES e INVENCÍVEIS, Deus está do nosso lado, E ELE GARANTE A VITÓRIA. E juntos, na luta por justiça, a comunidade poderá mostrar ao mundo que JÁ HÁ SINAIS DE PAZ E DE GRAÇA. Amém.

(HINO – 165)