Make your own free website on Tripod.com

"Na escola da confiança"

Êxodo 16.1-3, 11-15

PERGUNTAS INICIAIS:

– Em que você pensa quando ouve a palavra "FUTURO" ? (Velhice, netos, tempos difíceis...)

– Quando você pensa no FUTURO, o que é mais forte: ALEGRIA ou MEDO?

– Sabemos algo bem concreto sobre o futuro?? (Algo concreto e certo é SOMENTE AQUILO QUE A FÉ NOS DIZ. A Bíblia fala algo do futuro. VOLTA DE CRISTO, RESSURREIÇÃO DOS MORTOS (1Co 15), NOVO CÉU E NOVA TERRA. Jesus promete: "Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." (Mt 28.20)

O TEXTO BÍBLICO: Da história do povo de Israel podemos aprender algo para a nossa história hoje.

O povo de Israel está a caminho da terra prometida, Canaã. Deixaram para trás o Egito, isto é, deixaram o sofrimento da escravidão, mas também deixaram a terra cultivada e a segurança que esta lhes dava. Agora estão no deserto.

O que o povo sabia quanto ao seu futuro?? Eles sabiam algo definido e concreto? - Eles tinham somente a promessa de Deus: "Eu vos levarei a uma terra em que mana leite e mel."

Passado = Egito e Libertação

Presente = caminhada pelo deserto desconhecido

Futuro = ??

LEITURA DO TEXTO: Êxodo 16.1-3, 11-15, 31 ( - O povo murmura (reclama). Contra quem? - Contra Moisés e Arão. Mas, no fundo, eles reclamavam contra Deus, pois foi Ele que os tirou do Egito (v.2 + 8).

O que dizem? – No Egito estávamos melhor!! Agora temos que morrer neste deserto!

-Deus responde com AMOR E PACIÊNCIA (vs. 4, 10 e 11) - Ele lhes dá o que precisam. )

ALGUMAS EXPLICAÇÕES REFERENTES AS TEXTO:

MANÁ: Ainda hoje ele aparece no Sinai, e é muito apreciado pelos viajantes. O MANÁ é a secreção doce de uma árvore (o tamarix) e esta secreção é provocada por um inseto. Sua aparência é branca-amarelada. Com a ação do sol, o maná pinga no chão e endurece durante a noite. É possível recolhê-lho de manhã cedo. Quando o sol o derrete, há formigas que competem com o homem para o comer.

"CODORNAS": Não são as mesmas que conhecemos aqui. As codornizes são aves migratórias que ainda hoje passam em bandos pelo Sinai. Quando pousam na terra para descansar, estão tão exaustas que facilmente se consegue pegá-las com as mãos.

PERGUNTAS PARA MEDITAR:

– Por que o povo reclama? Contra quem? (Eles esqueceram que também sofreram no Egito. Eles esqueceram que Deus os conduziu através do Mar Vermelho!! - Está faltando CONFIANÇA. O erro do povo é este: Eles só enchergam os problemas que estão aí na frente; eles esqueceram de tudo aquilo que Deus já tinha feito por eles; e eles esqueceram da promessa da terra de Canaã.)

– Na situação em que eles estavam, será que poderiam ter feito outra coisa? O que? (Poderiam ter lembrado de Deus / ORADO)

Será que toda e qualquer reclamação é contra Deus? - Por exemplo: Podemos reclamar contra a falta de amor das pessoas, contra o desemprego e a fabricação de armas? (Há uma diferença entre RECLAMAR CONTRA DEUS e RECLAMAR CONTRA OS ERROS HUMANOS. Erros humanos devem ser combatidos, sem, no entanto, odiar as pessoas. Mas não devo revoltar-me contra a meneira como Deus me conduz.)

Nós podemos entender a resposta de Deus para a reclamação do povo? O que Deus queria dizer ao povo? (Deus queria que o povo aprendesse a confiar! Ele os faz passar por uma ESCOLA. Na escola de Deus, o ensino é como em qualquer outra escola: O professor ensina a lição, p. ex: 5+2=7. E qualquer dia desses vem uma prova com a pergunta: Você lembra quanto é 5+2 ? - Deus é um PROFESSOR QUER NÃO QUER REPROVAR NINGUÉM. Deus tinha mostrado que ele tem recursos, mesmo nos momentos onde parece que não há mais saída (p.ex., quando saíram do Egito, quando passaram pelo Mar Vermelho). E agora no deserto o povo estava diante da prova, e a pergunta é: Será que Deus tem uma maneira de resolver nosso problema de alimentação? – E neste teste o povo não foi aprovado. Eles responderam "NÃO"!! E Deus, com paciência, volta a explicar: "Vocês podem confiar em mim, eu tenho recursos." (v.4 + 12)

Como podemos aprender CONFIANÇA?

A CONFIANÇA é uma plantinha que precisa de cuidados. As experiências que fazemos com Deus podem alimentar esta plantinha. É importante não esquecer os auxílios de Deus e os sinais do seu amor.