Make your own free website on Tripod.com

 

DISCIPULADO = VIDA COM SENTIDO

Marcos 1.14-20  (Terceiro ap. EPIFANIA)

          A vida é feita de DECISÕES. Na vida profissional ou social, as decisões que tomamos é que determinam sucesso ou fracasso, ganho ou perda, vitória ou derrota, enriquecimento ou empobrecimento, seja material ou intelectual. NA VIDA ESPIRITUAL não poderia ser diferente: alí também há momentos decisivos! / Em algum momento da vida, nós temos que decidir: queremos uma vida com Deus, ou não?! Queremos ser discípulos de Cristo, ou não?! - E para estas perguntas, não existe um "TALVEZ" ou "QUEM SABE". Estas perguntas exigem um claro "SIM" ou "NÃO" . P.ex.: Se alguém te pergunta "você é de Brusque?", alí é impossível dizer "TALVEZ!". - Como "talvez"?! Ou É, ou NÃO É ! - Assim é na vida espiritual. Quando a Palavra de Deus te pergunta "você quer ser discípulo de Cristo?" , a TUA e a MINHA resposta deve ser objetiva: ou "SIM", ou "NÃO". - A Bíblia deixa claro ainda que JÁ É TEMPO DE DECISÃO. Sim, é tempo de decisão, porque vivemos no tempo da GRAÇA (!) {este não é o tempo cronológico que se conta no relógio ou calendário}. O tempo da GRAÇA, o tempo de tua decisão é o tempo de tua VIDA! O tempo de tua decisão é CADA DIA da tua vida.

Mas precisamos então retomar a pergunta: Nós queremos ser discípulos e discípulas de Cristo? - Uma coisa nós temos que ter bem claro: Que esta decisão, de SER ou NÃO SER discípulo, é um ato INDIVIDUAL, é PESSOAL. Esta decisão não depende de tradições, e tampouco da vontade de parentes. O DISCIPULADO NÃO É ALGO QUE SE HERDA (!), mas é algo que VOCÊ e EU como indivíduos temos que decidir. -É por isso que, nós hoje somos convidados a refletir sobre esta decisão, no seguinte sentido: O QUE SIGNIFICA aceitar o chamado de Jesus Cristo? Para isto nos orientam hoje as palavras do ev. de Marcos 1.14-20 (LER)

O relato do evangelista Marcos inicia dizendo que, após a prisão de João Batista, JESUS foi para a Galiléria a fim de pregar o Evangelho. E qual o conteúdo deste Evangelho? : No v.15 Jesus diz: "O tempo está cumprido e o Reino de Deus está próximo; ARREPENDEI-VOS e crede no evangelho." - Este é o centro da pregação de Jesus: O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO; ARREPENDEI-VOS E CREDE NO EVANGELHO. - Jesus chama para uma decisão! E ele clama por arrependimento! Ou seja, é o tempo em que não se pode deixar passar este oportunidade de dar uma resposta a Deus!! - Ou faz AGORA, NESTA VIDA, ou não faz mais. E MAIS!: Esta decisão depende de ARREPENDIMENTO / depende de uma mudança de rumo na vida.

Nós sabemos que isto é um grande desafio a qualquer ser humano. Mas graças a Deus, os primeiros discípulos de Cristo aceitaram este desafio. - Eram quatro pescadores: Simão (o Pedro), André, e os irmãos Tiago e João.

É interessante observar a SENSIBILIDADE com que o evangelista Marcos descreve essa experiência dos quatro pescadores! - (OBSERVEM) No v.16 ele diz: "Caminhando junto ao mar da Galiléia, VIU os irmãos Simão e André que lançavam rede ao mar porque eram pescadores." No v.19 ele diz: "E pouco mais adiante, VIU Tiago filho de Zebedeu e João seu irmão, que estavam no barco consertando as redes."... Em 1o lugar, eu gostaria de destacar a ROTINA da vida daqueles quatro pescadores: Eles LANÇAVAM as redes ao mar... Eles CONSERTAVAM as redes... LANÇAVAM as redes; CONSERTAVAM as redes... Notaram?! Imagine aquele movimento diário das redes, misturando-se ao movimento sempre igual das ondas... DIA-APÓS-DIA eles lançavam as redes, e consertavam as redes, em busca de SUSTENTO, em busca de SOBREVIVÊNCIA. Essa era a rotina daqueles quatro homens! O AMANHÃ deles seria igual ao ONTEM. Não havia nada de novo! Não havia expectativa de um futuro diferente (!); não havia esperança de um horizonte maior para as suas vidas; só havia a pequena expectativa de uma boa pescaria hoje. Não havia VIDA; havia somente SOBREVIVÊNCIA de um dia após o outro. - Ou seja, nestes versículos do ev. de Marcos, esse ato de LANÇAR e CONSERTAR as redes, simboliza uma vida ROTINEIRA, uma vida ÔCA, uma vida SEM SENTIDO. Estas redes simbolizam uma EXISTÊNCIA SEM DEUS.

Assim seguiria a vida monótona e repetitiva daqueles quatro homens, se não tivesse acontecido algo muito especial em suas vidas. Alguém os VIU, alguém os CHAMOU; este "alguém" era Jesus. Mas Jesus , não somente o que eles faziam com aqueles redes! NÃO: Ele vê o que se passa no coração e na vida infeliz daqueles homens. Jesus vê e tem compaixão daqueles quatro pescadores, e lhes faz uma proposta de vida diferente (!), dizendo: "Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." Ou seja: Jesus quer mudar a vida daquelas pessoas! Jesus entra na vida rotineira deles e lhes mostra que há outras possibilidades (!), e que a vida pode ter muito mais sentido, se juntos abraçamos a causa do Reino de Deus. Em outras palavras, Jesus está dizendo: Se vocês querem dar um sentido às suas vidas, então venham e me sigam.

Eu fico imaginando a surpresa no rosto daqueles quatro homens; "puxa, Jesus quer dar um sentido pras nossas vidas! Ele acha que a gente sabe fazer algo melhor!" E alí, sem muito tempo pra refletir, eles tinham que dar uma RESPOSTA a este convite! E o mais interessante aqui, é que a resposta dos quatro pescadores não veio através de palavras ou através de uma confissão de fé; mas sim, a resposta daqueles discípulos, foi um simples ato de OBEDIÊNCIA: Eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram. -

Ao deixar as redes, eles optaram por uma completa mudança de vida! Uma mudança de rumo! Isto não implica necessariamente em deixar de ser algo, mas começar a ser outra coisa; reformar a vida a cada dia: Esta foi a proposta de Jesus para os quatro pescadores, e esta é a proposta de Jesus para cada um de nós ainda hoje. JESUS QUER QUE DIA APÓS DIA A GENTE VIVA EM NOVIDADE DE VIDA. ELE QUER QUE DIA APÓS DIA A NOSSA VIDA SEJA REFORMADA; QUE A COMUNIDADE SEJA REFORMADA, E QUE A IGREJA SEJA REFORMADA. É por isso que Martin Lutero dizia, que "uma igreja reformada deve estar sempre em reforma".

Essa experiência que o Simão, o André, o Tiago e o João passaram, esta experiência nós também podemos fazer, a cada dia. A cada dia Jesus nos vê, nos conhece, nos valoriza e nos chama. É claro que ele não nos chama de viva voz como fez aos seus primeiros discípulos (!) Mas Jesus nos chama através da sua Palavra (!); através do Evangelho do Reino (!); Jesus nos chama através do seu mandamento: "Ame o teu próximo como a tí mesmo". Jesus mesmo nos chama no rosto daquela pessoa que passa fome; no rosto abatido daquela vizinha que apanha de seu marido; no rosto de um jovem que luta contra o poder das drogas; no rosto de cada pessoa excluída está o próprio Cristo te chamando: Venha e faça algo por alguém; AME alguém, e dê um sentido para a tua própria vida! - E a nós cabe abandonar as redes, deixar de lado as redes do PRECONCEITO e do MEDO; deixar de lado as redes de uma vida rotineira e sem sentido. - Deixemos nós as nossas redes, SEJAMOS DISCÍPULOS E DISCÍPULAS, e sigamos confiantes ao único que nos dá uma vida nova e com sentido: Jesus Cristo.

E A PAZ DE DEUS, QUE EXCEDE TODO O NOSSO ENTENDIMENTO, GUARDE OS NOSSOS CORAÇÕES EM CRISTO JESUS. Amém.

HINO - 166